quinta-feira , dezembro 14 2017

Vacinação contra gripe continua restrita a grupos prioritários, em SP

A vacinação contra a gripe está liberada pelo Ministério da Saúde para toda a população, mas o Estado de São Paulo decidiu não aderir à campanha; continuará a imunizar apenas os grupos prioritários.

A Secretaria alega que possui no momento 3,6 milhões de doses e São Paulo tem mais de 44 milhões de habitantes, logo uma ampliação para todos os públicos acarretaria o recebimento de doses extras. Estados e municípios têm autonomia para seguir ou não a orientação do Ministério.

Públicos prioritários:

Crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

Sobre expressozonasul

Verificar também

Jogo de empurra-empurra impede que Casa da Mulher Brasileira de São Paulo seja inaugurada

Por/ Flaviane Fernandes De acordo com queixas dos principais Movimentos de Mulheres de São Paulo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *