quarta-feira , agosto 22 2018
Esgoto a céu aberto na região central de Parelheiros.

Moradores acusam Sabesp por descarte irregular de esgoto

Por/ Flaviane Fernandes – Texto e Imagem-

Moradores do bairro Colônia, região de Parelheiros, Zona Sul de São Paulo, acusam a Sabesp de descartar esgoto no rio Ribeirão Colônia. Segundo relatos, há mais de anos as águas do rio vêm sendo contaminadas com dejetos da rede do bairro vizinho, Vargem Grande. “O cheiro é insuportável”, afirma Lia Goes, uma das denunciantes sobre o descaso da empresa.

Segundo Fernando Bike, morador do Vargem Grande,  em tempos de chuvas, o sistema de tubulação não consegue fazer a drenagem da água e ocorre o  transbordamento e essa água acaba indo parar no Ribeirão Colônia.

A reportagem do Expresso procurou ouvir a Sabesp que enviou a seguinte nota. ” A Sabesp esclarece que o bairro Vargem Grande conta com a estrutura de coleta, afastamento e tratamento de esgoto, que está operando normalmente. O esgoto do bairro é encaminhado para a Estação de Tratamento de Esgoto Barueri.

Em relação ao bairro Colônia, a companhia esclarece que está legalmente impedida de implantar infraestrutura em Área de Proteção Ambiental. Para que a implantação da infraestrutura ocorra é necessária autorização por parte da prefeitura e do órgão ambiental, conforme Lei específica de Proteção e Recuperação de Mananciais.

Nestes casos, os moradores devem adotar soluções individuais, como o uso de fossas sépticas, para a correta destinação do esgoto gerado por seus imóveis. A limpeza e a manutenção dessas fossas são de responsabilidade dos proprietários dos imóveis, conforme determina a legislação.”

Pelo conteúdo da nota, entende-se que a  empresa parece desconhecer o problema apresentado pelos moradores de ambos bairros.

Sobre expressozonasul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *