sexta-feira , janeiro 18 2019

Associação de caminhoneiros diz que não poderá evitar paralisação da categoria

De acordo com nota oficial divulgada pela abicam, Associação Brasileira dos Caminhoneiros, a classe está descontente com o posicionamento do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, de suspender a aplicação das multas pelo descumprimento do piso mínimo de frete.

A Associação que representa 600 mil caminhoneiros diz não ser favorável a uma nova paralisação, mas reconhece  que a atual  situação está insustentável e não irá se opor caso eles decidam por uma greve geral.

Veja nota na íntegra:

Foto: greve geral de caminhoneiros maio 2018

Sobre expressozonasul

Verificar também

Jogo de empurra-empurra impede que Casa da Mulher Brasileira de São Paulo seja inaugurada

Por/ Flaviane Fernandes De acordo com queixas dos principais Movimentos de Mulheres de São Paulo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *